Veja ao vivo no Parque do Povo! Clic link no vídeo

terça-feira, 1 de março de 2011

O Preguiçoso

(dance)O que ora sinto faz lembrar
D'um sermão dito na missa:
-- Atire a primeira pedra
Quem, incansável na liça,
Nunca parou pra dizer:
'Ai, Jesus, ai que preguiça!'.

Mas não é da preguicinha
Do cansaço da labuta
Da fadiga do espinhaço
Querendo u'a cama de juta
Ou depois de empanzinar
Comendo um balaio de fruta.

Não! Essa todo o mundo tem
É fisiológica, normal
O pecado é o da preguiça
Que o cabra morre no pau
Mas não move um dedo só
Nem pra ir pro hospital.

É um macunaíma da vida
Não sabe o valor do que come
Pois quando ouve: 'ao trabalho!'
É o primeiro que some
E se o chamam pra mesa
Da cama diz: 'perdi a fome'.

Se o preguiçoso está
Sentindo frio ou calor
Não vai pegar um agasalho
Nem liga o ventilador
E se o mandam ir à farmácia
Logo diz: 'passou a dor'.

Eita cabra preguiçoso
Esse geme de preguiça
Pra se levantar da rede
Nem um par de seios o atiça
E pode ir ver se o danado
Não cheira igual a carniça...!

Brincadeiras à parte
Não concebo um tal sujeito
Sem vitaminas, proteínas
Um macunaíma perfeito
Mas se existir, o mal está
Num DNA com defeito.

Nenhum comentário: