Veja ao vivo no Parque do Povo! Clic link no vídeo

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A Forca

(dance)Carrasco usa uma forca
Em que se mata ligeiro
Em cima de um cadafalso
Ao lado do prisioneiro
Põe em seu pescoço uma corda
Com um nó de marinheiro.

Quando vai executar
O tal que a forca merece
Bota em seus ói uma venda
E manda que faça uma prece
E se tem prisão de ventre
No instante a bosta amolece.

Pergunta se o condenado
Tem um pedido a fazer
Pois vai ser o derradeiro
E a chance não pode perder
Então pede "com educação":
'Vão todos vocês se f....!'

E a coisa prossegue assim:
O chão se abre e ele cai
As pernas já balançando
Não pode nem dar um ai
Se 'stava já se peidando
Agora a merda lhe sai.

A corda aperta o pescoço
E a língua salta pra fora
É cada butuca de ôi
Sinal que já é sua hora
E se o sujeito é branquelo
Fica roxim mas não chora.

Nenhum comentário: