Veja ao vivo no Parque do Povo! Clic link no vídeo

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Mulher Braba Sim Senhor

(dance)Vou avisar, gente fina
Pra você não se iludir,
É melhor dela fugir
Que ela não é feminina,
Se brincar ela o domina,
Quem a conhece não arrisca
Que essa mulher é arisca,
Não chegue pertinho dela
Nem pense em abraçar ela
Que se encostar sai faísca.


Mulher assim tô pra ver
Do sertão ao cariri,
A dona não gosta de rir
E é dada a dos homens descrer,
Quer ver a doida crescer?
Elogie o seu corpinho
Chamando-a para um cantinho
Mostrando que já armou-se,
Que você vai ver um coice
Dado com muito carinho...

Ô que mulher carinhosa!...
Da rosa só tem o espinho
Que espalha pelo caminho
Mostrando que é perigosa;
É a cobra mais venenosa
Que anda por este sertão;
A bicha não tem coração,
É traiçoeira e fingida
E só quer ser parecida
Com as quenga de Lampião.


Sei que o cumpade costuma
Derrubar boi pelo rabo,
Amansar touro véi brabo
E atrair mulher de ruma;
Mas essa ninguém apruma,
Quem tentar ela arrear
Pensando poder dominar,
Vai ter trabalho em vão
Vai dar com a cara no chão
Com a popa que ela vai dar.

Um comentário:

james emanuel de albuquerque disse...

Tudo de muito bom gosto por aqui.

Um abraço.