Veja ao vivo no Parque do Povo! Clic link no vídeo

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Martelo Agalopado III

O coração de uma morta pessoa
Sobreviveu para um receptor;
O homem que os órgãos doou por amor
Só tinha a sorte que não era boa;
Se ele morreu de uma queda à-toa
Doou o coração batendo perfeito,
Que foi num avião que deu um defeito
Matando aquilo que sobreviveu;
O coração do homem que morreu
Morreu antes de ir pra outro peito.


Imagine a ingrata frustração
Desse alguém que já tinha o peito aberto
Esperando o transplante que era certo,
Quando soube abortada a operação.
Pois um novo e saudável coração
A esperança não quis naquele leito;
E o sonho de um coração perfeito
No seu sono não mais apareceu;
O coração do homem que morreu
Morreu antes de ir pra outro peito.

Nenhum comentário: