quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Décima baseada na frase "O coração não se prova com o escalpelo ou o silogismo: sente-se por uma afinidade impalpável" (Rui Barbosa)



Décima baseada em parte de um poema de Fernando Pessoa, pelo seu heterônimo Alberto Caeiro

ver original abaixo

Décima baseada num texto do livro de Bertrand Russell assim intitulado: A Conquista da Felicidade

ver original abaixo

Décima baseada no pensamento do gramático Francisco Platão Savioli

ver original abaixo




Adaptação em martelo agalopado. Do romance Senhora, de Machado de Assis

ver original abaixo

 Do conto 'A ideia do Ezequiel Maia', de Machado de Assis

ver original abaixo

Martelo agalopado sobre o período composto: "A palavra foi dada ao homem para esconder seu pensamento"

Segundo Ariano Suassuna, Stendhal o atribui ao padre Gabriel Malagrida

Do personagem Sherlock Holmes, da obra de Sir Conan Doyle

Do original traduzido: "A tentação de formar teorias prematuras sobre dados insuficientes é o veneno de nossa profissão"

Frederico da Prússia, em Carta a Voltaire

Do original traduzido: "As palavras podem ferir mais que punhais; e o tom, mais que as palavras"

Príncipe de Ligne, em Inocência, de Visconde de Taunay

Do original: "Muitas vezes somos iludidos pela confiança; mas a desconfiança faz que sejamos por nós mesmos enganados"

Do conto Miss Dollar, de Machado de Assis

ver original abaixo


Décima baseada em pensamento do jurista Nélson Hungria



Um pensamento indignado de Rui Barbosa

ver original abaixo


ver original abaixo

Décima baseada em pensamento de Nietzsche

ver original abaixo


Um comentário:

Brito disse...

Almir parabéns pelo Blog poeta, tem muita coisa boa, e ao ver a sextilha do saudoso e grande poeta João Paraibano na coluna de glosas e repentes bateu a saudade e eu não podia deixar de homenageá-lo.


João Paraibano

Partiu João Paraibano
Grande vate, menestrel
Do repente veterano
Inspiração pro cordel
Deixou tristeza e alegria
E foi fazer cantoria
Com seus amigos no céu.

O céu ficou enfeitado
Condigno de realeza
Cordel sendo recitado
Viola em forma de mesa
De repentistas repleta
Pra receber o poeta
Que cantou a natureza.

Brito, Jatobá-PE.